Rua Inácio Bastos, 147    |    comercial@jec.com.br    |    socio@jec.com.br    |    (47) 3455-0055

Supervisor de futebol Gilson Sagaz se despede do Joinville

O supervisor de futebol do Joinville, Gilson Sagaz, se despediu nesta quarta-feira (14) de colegas e amigos do Joinville Esporte Clube. Desde 2009 Sagaz exercia a supervisão do futebol profissional. Referência na área, Gilson recebeu uma proposta irrecusável e agora segue para um clube do interior de São Paulo.

“Foi uma decisão difícil sair agora. Mas ganhei uma oportunidade profissional. Estava me preparando e qualificando. Foi a quarta proposta que apareceu nos últimos três anos. Essa foi a mais sólida. Fui muito reconhecido. Acho que chegou a hora de cortar o cordão umbilical”, disse Sagaz, bastante emocionado.

A história de Gilson Sagaz, hoje com 40 anos, se confunde com a do Joinville Esporte Clube. Desde pequeno, Sagaz já corria pelos vestiários e corredores do Ernestão. Era a década de 80, quando seu pai, José Pereira Sagaz, exercia também a função de supervisor de futebol.

Sagaz chegou oficialmente ao clube em 1994 aos 16 anos. Foi o auxiliar do pai, atuando como assistente do departamento profissional até 2002. Somando as duas passagens, são quase duas décadas de serviços prestados ao Tricolor.

“Venho já da história com meu pai, que começou a trabalhar em 1976, ainda na fundação. O JEC sempre foi um lugar onde podia encontrar o meu pai, ia lá ver ele. Assistia treino, ficava de gandula, ajudava no que eu podia”, lembra Gilson.

Presidente enaltece trabalho de Sagaz

Antes de ser presidente, Vilfred Schapitz havia trabalhado com Sagaz quando era diretor administrativo. Participaram da campanha vencedora da Série B em 2014. Vilfred agradece Sagaz por todo o trabalho prestado e ressalta sua “excelência, responsabilidade e honestidade”.

“No momento fiquei chateado, em nome do Joinville, porque ele é um profissional de extrema necessidade. Mas, no final, claro que temos de concordar, ele está seguindo sua carreira. O Joinville não só forma atletas, mas como também profissionais na área de gestão”, afirmou Schapitz.

Foto em destaque na matéria: Beto Lima/Arquivo JEC.

Deixe um comentário

patrocinadores