De volta ao CT, Luquinhas fala sobre readaptação do elenco e expectativa pelo retorno do Catarinense

Depois de quase dois meses e meio longe dos gramados do Centro de Treinamentos do Morro do Meio, o elenco do Joinville retornou, no último dia 26 de maio, às atividades presenciais. Mas a realidade agora é outra. Por causa da pandemia do novo coronavírus, diversas medidas de biossegurança foram adotadas.

Meia-atacante e artilheiro do JEC no Catarinense, Luquinhas diz já ter se acostumado após uma semana de treinamento. “Tem sido bem estranho para nós, jogadores, que estamos acostumados a estar sempre juntos. Foi bem difícil ficar esse tempo sem treinar, mas o clube tomou todas as providências necessárias para que a gente retornasse com segurança”, relatou o meia.

O último treino antes de paralisação do futebol foi em 14 de março. Desde então, os atletas realizavam treinos virtuais, monitorados pela preparação física. Parte do elenco ainda está retornando à cidade e segue com as atividades remotas. Os jogadores também tiveram 30 dias de férias. Até o dia 5 de julho, o Governo do Estado já decretou que não haverá retorno do futebol em Santa Catarina. Luquinhas avaliou essa indefinição sobre a data e como afeta as atividades do dia a dia.

“A expectativa é grande para que possa ter uma data para a realização dos jogos. Temos treinando pensando nisso, na nossa primeira decisão que é contra o Brusque. É um pouco complicado treinar sem a data certa, mas acredito que vamos ter isso nos próximos dias e aí poder fazer um trabalho mais direcionado”, comentou o meia.

Testes e procedimentos para retorno ao CT do Morro do Meio

Antes de retornar aos treinamentos no CT, jogadores e funcionários passaram por exames para detecção de antivírus da Covid-19. Foram 42 testes realizados até segunda-feira. O meia Chrystian, que está sem sintomas, teve resultado positivo (IgG) – o que significa que ele já foi exposto e está imune. Foi o único caso até agora. Mais dez atletas ainda devem ser testados. Os exames estão sendo feitos pela Proll-Med Laboratório – patroncinadora do JEC.

Ao chegar no CT, atletas e funcionários passam por medição da temperatura corporal em sala reservada para o procedimento – próxima a única entrada disponibilizada durante este período. Os jogadores receberam uniformes para os treinamentos e chegam prontos para atividade.

Além do uniforme, os atletas também receberam garrafas para hidratação, identificadas com o nome da cada atleta; não é permitida a entrada no vestiário. O uso de máscara é obrigatório – exceto durante a atividade em campo.

Para imprensa: fotos de Luquinhas no link.

Deixe um comentário